MATRICULE-SE ÚLTIMAS VAGAS CLIQUE AQUI
Fechar MATRICULE-SE
Turmas de Inglês:
Terça das 09:30hs às 11hs - KIDS
Terça das 14hs às 16hs - TEENS
Quarta das 8hs às 10hs - ADULTS
Quinta das 20hs às 22hs - ADULTS
Sábados das 10:15hs às 12:15hs - ADULTS

ÚLTIMAS VAGAS

Intercâmbio

Um crescimento pessoal e profissional significativo

Depoimentos

leticia-bossonario 24 Anos Estudante Período: Dezembro de 2006 Destino: Vancouver ? Canad Estadia: 1 m

Depoimento

"Agendei uma reuni?o com a professora ?rika e ela me apresentou os diversos programas oferecidos. Precisava de algo que durasse apenas um m?s, mas que fosse proveitoso, j? que o investimento ? alto.

E foi atrav?s dela que conheci a Connection Line. Ligava praticamente todos os dias para tirar d?vidas, escolher escolas que tivessem poucos brasileiros e tamb?m decidir o melhor programa. Mesmo j? no Canad? cheguei a ligar para S?o Paulo na tentativa de alterar minha data de retorno e passar mais alguns dias em Toronto.
Embarquei em 01/12/2006 para as melhores f?rias da minha vida. Minha surpresa foi quando cheguei em Vancouver, estava t?o empolgada com a viagem que nem me preocupei se falava certo ou errado, simplesmente falava, e as pessoas passaram a elogiar meu ingl?s.

Na escola, havia muitos estudantes asi?ticos e latinos (principalmente brasileiros e mexicanos), mas encontrei uma turma boa que mesmo quando sa?amos sem estrangeiros no grupo, fal?vamos apenas em ingl?s, afinal, est?vamos l? para isso.
A primeira fam?lia que fiquei era ?tima, mas a escola por um erro mandou mais dois brasileiros que n?o falavam nada de ingl?s para a mesma casa, ent?o pedi para mudar. O coordenador da escola me colocou com uma outra mulher divorciada (Ziva), natural de Israel, mas residente no Canad? h? muitos anos. Foi ?timo, al?m da cultura canadense acabei aprendendo v?rias coisas da cultura judaica e participando de festas nas casas das amigas dela que tamb?m recebiam estudantes.
Fiz todos os passeios oferecidos pela escola e tamb?m outros dos quais fiquei sabendo atrav?s da minha homestay e de amigos com quem conversei aqui antes de partir. Vancouver, Banff, Rock Mountain, entre outros. Todos lugares fant?sticos, com paisagens lindas (era inverno) e boates totalmente loucas, baladas bem diferentes das daqui. Tamb?m fiz snowboard e foi demais descer Gross Mountain ? noite. Tudo foi bom, at? mesmo o ano novo que por atraso nosso passamos no skytrain.

Fiquei impressionada com a aus?ncia de preconceito de qualquer esp?cie nas pessoas daquele, e mesmo uma ou outra que tinha, mas sabia conviver com a diferen?a e tratar com cortesia os que julgavam diferentes.

Quanto ao ingl?s, os canadenses t?m um jeito muito claro de falar e paci?ncia necess?ria para ajudar os estrangeiros. O fato de ter aulas l? ? diferente do daqui porque absolutamente tudo ? em ingl?s, n?o h? como voc? usar desculpas e perguntar em portugu?s, voc? tem que se virar. E o fato de ficar o dia todo falando o idioma, ajuda muito at? mesmo a perder a inibi??o. Agora, se puderem, fiquem mais, um m?s ? muito pouco.

Mas sem d?vida, a melhor parte da viagem foi saber a hist?ria de cada pessoa que conheci, descobrir coisas sobre as diferentes culturas do mundo; entender a contagem de idade dos coreanos, porqu? para as mexicanas o fato de beijar algu?m ? mais comprometedor que para as brasileiras, porqu? a caipirinha e o brigadeiro fazem tanto sucesso l? fora, porqu? ? bom saber conviver com as diferen?as e se adaptar; entre milhares de outras coisas. Claro que as paisagens, os passeios, as aulas s?o ?timas, mas a melhor coisa da viagem, sem d?vida, ? a cultura e as pessoas que conhecemos."